Publicidade

Alfinetada da Apple esquenta debate sobre segurança de dados

Mesmo não participando da feira, marca coloca um anúncio provocativo em frente ao principal espaço do Google em Las Vegas e gera reações

Luiz Gustavo Pacete
8 de janeiro de 2019 - 6h13

Outdoor da Apple no Hotel Marriot, próximo ao Centro de Convenções de Las Vegas (Crédito: Jason Bermingham)

Oficialmente, a Apple não participa da CES. Apesar da relevância e projeção do evento, a marca prefere não frequentar o mesmo espaço de concorrentes como Google, Samsung e Huawei. Mas nem por isso ela se desligou do que está acontecendo em Las Vegas. No final de semana, de forma inusitada, a marca inaugurou um outdoor notável nas ruas próximas do Las Vegas Convention Center, área principal da CES, onde o Google mantém um espaço proporcional a uma esquina inteira com  uma tela gigante anunciando seus serviços de voz.

A frase “O que acontece no seu iPhone, permanece no seu iPhone”, além de fazer alusão a uma das célebres expressões relacionadas à Vegas: “O que acontece em Vegas, permanece em Vegas”, é uma provocação direta ao Google e outras empresas de tecnologias que lidam com notícias recentes de vazamento de dados. No caso do Google, casos de informação vulnerável no Android, por exemplo. O anúncio ainda apresenta um link da política de privacidade da empresa.

A frase é uma cutucada nos concorrentes presentes na CES como Google, Samsung e Amazon (Crédito: Roseani Rocha)

Claudio Olímpio, diretor de operações da Integer/Outpromo, que acompanha a CES em Las Vegas, acredita que a forma como a marca provocou seus concorrentes foi sutil e com valorização à segurança e privacidade do seu sistema potencializando a vulnerabilidade do sistema Android. “A Apple é conhecida por seu rígido controle sobre todos os aspectos de seu ecossistema, desde a privacidade do consumidor até seus softwares proprietários de mensagens e entretenimento. Mesmo sem comparecer à CES, é possível deixar seu ‘recado’ no maior evento tech do mundo”, diz Olimpio.

Ainda em processo de montagem, as principais feiras da CES já davam o tom da presença de marcas como Samsung, Google, Ford e outras nesta segunda-feira, 7. Para muitas pessoas que compartilharam as imagens com o outdoor da Apple e que viram pessoalmente a comunicação, essa tática de guerrilha da marca pode gerar mídia espontânea por um lado, mas dar ainda mais tensão para a discussão sobre segurança de dados impulsionada por casos como o o envolvimento de mais de 150 empresas de tecnologia com a Cambridge Analytca, entre elas Microsoft, Netflix , Amazon, Sony e a própria Apple.

Essa foto do SFGate mostra o momento em que o “Hey Google parece combinar-se com a frase da Apple” (Crédito: Reprodução)

Jason Bermingham, que acompanha a CES em Las Vegas e pesquisa o mercado de assistentes de voz, não gostou do tom da comunicação da Apple. “É um lugar que as marcas mostram suas próximas apostas. E uma das publicidades que mais vemos é o Hey Google e as da Samsung, empresas que estão apostando pesado nos assistentes virtuais e smart home. Ainda que ela seja conhecida por sua segurança de dados, fazer esse tipo de comunicação aqui pode dar a entender que eles não têm o que mostrar nesse mercado de voz. Os consumidores querem mais que isso, afirma.”

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Amazon

  • Apple

  • Google

  • Huawei

  • Samsung

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”

Patrocínio