Meio&Mensagem
Publicidade

Spotify lança anúncios em podcasts

Tecnologia streaming ad insertion (SAI) disponibilizará dados importantes dos usuários para quem anuncia e produz podcasts originais e exclusivos em sua plataforma até o momento


8 de janeiro de 2020 - 17h18

(Crédito: Reprodução)

Com um aumento de 39% no consumo de podcast no Spotify do segundo para o terceiro trimestre do ano passado, a companhia anunciou nesta quarta-feira, 8, na CES, em Las Vegas, o lançamento de uma tecnologia proprietária de anúncios dentro deste formato de conteúdo, a streaming ad insertion (SAI), que possibilita o Spotify Podcast Ads. A tecnologia de anúncios, que até então está disponível apenas nos Estados Unidos, poderá inseri-los no começo (pre-roll), meio (mid-roll) ou fim (post-roll) de cada episódio.

Ela utilizará o streaming para fornecer o conjunto digital completo do Spotify de recursos de planejamento, medição e relatórios para podcasts originais e exclusivos da plataforma, até o momento, sendo que poderá expandir isso para outros criadores a longo prazo. Pela primeira vez este conjunto, que engloba impressão real do anúncio, alcance, frequência (quantas vezes o usuário ouviu o anúncio) e informação anônimas do público-alvo (idade, sexo e tipo de dispositivo), estará disponível para anunciantes e criadores de conteúdo de podcast.

No blog da companhia, Jay Richman, VP, chefe de negócios e plataforma de anúncios globais do Spotify, comentou que a SAI tornará os anúncios de podcast segmentáveis, mensuráveis e interativos. “Isso tornará a experiência do anúncio de podcast mais personalizada para os fãs de podcast, introduzirá métricas de desempenho para os anunciantes e permitirá que os criadores gerem receita com melhor seu conteúdo e ganhem dinheiro com seu trabalho duro”, completou em nota.

O executivo ainda explicou que antes os anúncios de podcasts eram mais parecidos com os anúncios de revista do que com aqueles que estamos acostumados na internet, personalizado com base no conteúdo que estamos vendo ou ouvindo. “Isso ocorre porque os próprios anúncios de podcast vêm baixados com conteúdo, independentemente de quem está ouvindo”, e reforça que agora, com a mudança para o streaming, “podemos veicular anúncios em tempo real com base em quem você é e no qual está interessado, e podemos entender se o anúncio foi realmente ouvido”.

Ainda em nota, Richman comentou que em breve a companhia adicionará interatividade nos recursos ” para que os usuários possam interagir diretamente com anúncios de podcast sem precisar lembrar, por exemplo, os códigos de cupom”. Quando questionado sobre a monetização dos produtores, o Spotify preferiu não se pronunciar.

Uma das primeiras marcas a testar a tecnologia SAI foi a Puma ao exibir anúncios de leitura durante o podcast Jemele Hill Is Unbothered, que resultaram em aumento de recall de anúncio em + 180%. “Com essa tecnologia, estamos oferecendo o detalhamento, a qualidade e a eficácia dos anúncios de podcast tradicionais com a precisão e a transparência do marketing digital moderno”, afirmou a companhia em comunicado.

**Atualizada em 18H43: Adicionamos informações sobre em quais mercado a tecnologia está disponível e como será o formato dos anúncios dentro dos episódios de podcasts.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • puma

  • Spotify

  • alcance

  • anúncios

  • CES 2020

  • Dados

  • frequência

  • impressão

  • Jay Richman

  • Jemele Hill Is Unbothered

  • podcast

  • streaming

  • streaming ad insertion

Patrocínio